D- DARJEELING

Darjeeling é um local montanhoso no estado indiano de Bengala Ocidental, e fica dentro dos cinturões menores e sub-Himalaias do Himalaia oriental. O próprio nome vem do tibetano Dorje ling que se traduz como “Terra do Trovão”. A região compartilha proximidade com o estado indiano de Sikkim e faz fronteira com os países vizinhos do Nepal, Butão e Bangladesh.

Darjeeling: Área total de produção de chá: 17.820 hectares – Elevação: 90-1.750 m acima do nível do mar – Clima: Subtropical

O distrito passou a existir como um sanatório durante o domínio britânico (A Índia é tão quente que, por causa do clima, as colinas foram desenvolvidas como sanatórios onde as pessoas poderiam se aposentar e se recuperar de doenças, etc.)

 

Vista Aérea de Darjeeling

A criação da indústria do chá no século 19, com as mudas chinesas trazidas da China por Robert Fortune, tornou o Darjeeling mundialmente famoso. Hoje, é sinônimo de chá e a sua indústria continua a ser uma fonte econômica importante e significativa para a região.

O turismo também é importante na região e o legado do chá, a paisagem, as trilhas de caminhada… tudo atrai muitos visitantes. Em um dia claro pode ser visto o Kanchenjungha, o terceiro pico mais alto do Himalaia. A ferrovia Darjeeling Himalayan é agora um Patrimônio Mundial da UNESCO e foi construída pelos britânicos para transportar chá e outras mercadorias.

Kanchenjungha – terceiro pico mais alto do Himalaia
Estação de trem de Darjeeling- Himalaia

O chá Darjeeling continua sendo um dos chás mais famosos do mundo, celebrado por seus sabores. Mas não é apenas um tipo de chá – abrange uma variedade, desde o chá preto, colheita da primavera, até o moscatel de verão, oolongs de outono, chá branco silver needle, chá branco Bai Mu Dan, chá verde…. Alguns chás Darjeeling são colhidos em noites de lua cheia ( moonlights), alguns são feitos de cultivares clonais AV2 muito saborosos, alguns são cultivados em altitudes mais baixas, enquanto alguns são cultivados a até 2.000 metros. Não há um único Darjeeling, mas um mundo inteiro de chás dentre eles para experimentar e desfrutar.

A variedade “chinary”( China) da planta do chá, que se enraizou em Darjeeling, produz uma xícara notavelmente complexa e saborosa que é atribuída ao terroir. O Terroir resume, em uma palavra, a influência do clima, da paisagem, do solo, da flora e da fauna. Hoje, existem 87 jardins de chá que cultivam e produzem um chá Darjeeling certificado. Esses jardins estão espalhados por Mirik, Kurseong, Darjeeling, Vale Teesta, Vale Rungbung e Kalimpong. Coletivamente, eles produzem cerca de 8 milhões de quilos de chá anualmente, o que é menos de 1% da produção total de chá da Índia. Muito disso é exportado. Em 2004, o chá Darjeeling se tornou o primeiro produto na Índia a obter proteção de indicação geográfica (IG) – pois a adulteração e a imitação colocaram a marca em um ponto tão perigoso que se ouvia que Darjeeling produzia apenas 10 milhões de quilos, mas pelo menos 40 milhões de quilos foi vendido.

Rio Teesta,Lago Mirik, Kalimpong e Kurseong
Chá Branco Darjeeling

Existem três épocas de colheita principais para Darjeeling – primavera (março-abril), verão (maio), outono (outubro-novembro). Tradicionalmente, os chás Darjeeling são pretos, embora nos últimos 10 anos os produtores tenham inovado com os chás branco, verde e até oolong. Juntamente com o chá preto, o chá branco Darjeeling também é excepcionalmente saboroso.

PRIMAVERA

Em Darjeeling, a primavera é a primeira colheita do ano, algo que todo conhecedor de chá espera. Durante todo o inverno, os arbustos de chá permaneceram adormecidos e os produtores de chá estão de olho no céu, esperando que os deuses do clima não os abandonem. Houve chuva de inverno suficiente? O clima está ficando mais quente? Os arbustos estão lançando novos brotos aveludados? Será um ano de ótimos chás?

Tudo depende das condições climáticas certas. Como o vinho, o chá é fortemente influenciado pelo solo, ambiente, clima, a própria planta do chá e como as folhas são tratadas após a colheita. Quando tudo funciona, é como a mágica perfeita. O primeiro chá preto Darjeeling é perfumado, leve, não muito adstringente. É difícil ser mais específico porque não há dois chás idênticos, nem duas temporadas.

À medida que os arbustos lançam novos brotos, eles fazem alguns chás de reserva exclusivos. Depois a temporada segue até final de abril com outras descrições para o Darjeeling. Há um curto período de dormência durante o qual são esperadas chuvas. Uma boa chuva traz a promessa de uma boa colheita de verão.

VERÃO

O destaque da colheita de verão de Darjeeling é o moscatel, um chá do final do verão com uma janela de colheita muito curta. É preciso um cultivador experiente para reconhecer as folhas que se prestam a um moscatel. Depois de escolhidos, são manuseados com cuidado para extrair o sabor que distingue o chá. Os enófilos vão reconhecer a conexão no nome, de uvas Muscat, que define seu aroma.

Uma história sobre o moscatel : é que em 1985, o gerente da Castleton Estate de Darjeeling, A.K. Gomden notou que o lote era excepcionalmente perfumado e muito diferente de seu chá preto típico. Reconhecendo que estava no caminho certo, ele chamou o chá de “moscatel” para enfatizar sua distinção. Foi um grande sucesso nos leilões daquele ano. Ainda é um chá muito procurado. O aroma é distintamente frutado, com a uva como o sabor de moscatel acessível, mesmo a um paladar inexperiente.

OUTONO

A colheita de outono de Darjeeling é talvez o segredo mais bem guardado de Darjeeling. O chá preto feito nesta época é aveludado, amadeirado e uma xícara madura. Não é um chá muito exigente e é muito fácil de saboreá-lo. O outono em Darjeeling dura poucas semanas entre outubro e novembro, antes do início do inverno. Se o jardim permitiu que os arbustos descansassem bem durante as monções, eles podem esperar fabricar um bom chá. Isso ocorre porque, à medida que o ano avança, a planta do chá produz menos brotos. A porcentagem de brotos por folha é maior na primavera e, quando chega o outono, isso se inclina fortemente a favor da folha. Sem o tipo certo de brotos, é impossível conseguir um bom chá. Descansar os arbustos por uma temporada permite que as plantas produzam o volume desejado de brotos.

Quando as chuvas terminam e a temperatura cai, o crescimento da planta diminui. À medida que aumenta a diferença de temperatura entre o dia e a noite, o arbusto começa a se proteger. Seu crescimento é atrofiado e as folhas ficam menores. Chegam até a apresentar uma textura diferente das folhas de primavera e verão, e tornam-se um pouco rígidas. Alguns jardins, como o Gopaldhara, processam essas folhas no estilo oolong vermelho que se adapta muito bem a essas folhas e produz um chá memorável.

Experimente estes chás Darjeeling

A Amigos do Chá oferece chás especiais de primeira colheita Darjeeling, que representa o melhor de chás primaveris, que são os mais altos graus de chá preto de Darjeeling. Imperdível os chás de uma única propriedade de jardins icônicos como Margaret’s Hope, Longview e Upper Namring( uma raridade, além do chá super especial “first flush” Maharani Hills, que é uma seção especial do jardim Margaret’s Hope.

Tradução livre- Elizeth R.S.v.d.Vorst

Observação importante :
A nossa fornecedora da Alemanha possui para os chás indianos,  neste caso os “Darjeelings” acima mencionados, a logo de indicação de proteção geográfica. As indicações geográficas protegidas (IGP) identificam um produto agrícola, em bruto ou processado, cuja qualidade, reputação ou outras características estão ligadas à sua origem geográfica.
A IGP aplica-se aos setores agrícola, agroalimentar e vitivinícola.
Para ser elegível para a obtenção deste sinal oficial de qualidade e origem (SIQO), deve decorrer na área geográfica delimitada uma etapa pelo menos entre a produção, transformação ou desenvolvimento deste produto.
A IGP pode ter como base a reputação do produto, ou seja, a sensação de um forte reconhecimento do público em determinado momento, e que deve estar associada a uma habilidade ou qualidade específica atribuível à origem geográfica.

More from Aravinda Anantharaman
C- CHÁ CTC E CHAI- A história
O chá CTC é o principal chá consumido na Índia. Grande parte...
Read More
0 replies on “D- DARJEELING”